Bill Gates e o COVID-19

O mundo conhece esta personagem através da Microsoft, pois foi ele o fundador da empresa que construiu o Sistema Operativo mais vendido e usado em todo o mundo, o Windows.
Bill Gates era muito jovem quando roubou os algoritmos do IBM-DOS á IBM e criou o MSDOS, sistema este que ainda suporta o ambiente Windows a que estamos habituados.

Já em tempos eu indagava porque razão até ao aparecimento do Windows 7, éramos quase sempre invadidos por muitos vírus informáticos e passado uns dias ou semanas tínhamos o antídoto contra esse “parasita” informático.

Lembro-me como era um terror para toda a gente e que levava a andarmos constantemente a salvar toda a informação importante em backup’s… na época das disquetes, aquilo era um trabalhão e dispêndio de dinheiro na compra de caixas e caixas de disquetes.

Bill Gates nessa altura lucrou bastante pois detinha também participações no mundo das construtoras de dispositivos informáticos e vendia muitos dispositivos com o Windows pré-instalado. Até ao ano de 1999 ele tornou-se num dos homens mais ricos do planeta ultrapassando os 100 biliões de dólares, contudo a partir desse ano e após um ano antes (1998) de ter delegado para presidência Steve Ballmer um seu amigo de longa data e o aparecimento da internet a Microsoft dá um valente estoiro a nível financeiro…

Agora vejamos, Bill Gates sai da Presidência da Microsoft em 1998, ficando apenas como director da empresa até o ano 2008 e passado um ano a Microsoft lança o Windows 7, que tal com eu já referi é o início do Sistema Operativo com menos ataques virais habituais. Desde então temos andado muito mais descansados com os nossos computadores.

Hoje o Windows 10 é um S.O. muito estável e que dura há já quase 6 anos, coisa que nunca se passou anteriormente em que em média de 3 em 3 anos tínhamos uma versão nova e no meio delas muitas e muitas actualizações.

Mas voltando ao caso dos vírus informáticos que serviu mais para enriquecer Bill Gates do que propriamente o S.O. Windows. A Microsoft certamente que não foi a pioneira nos vírus e também não a foi nos antivírus, mas a partir de 2003 eles viram que poderiam tirar dividendos deste negócio que estava a ser vantajoso para marcas como a McAfee, a Avast, a AVG, a Kaspersky, etc… e então não podendo adquirir as mesmas, partiu para a concorrência adquirindo 3 empresas também com alguma “pedalada” nesta matéria, mas não tanto como as que referi atrás.

Então a Microsoft partiu para a compra dessas empresas: GeCAD, Giant Company Software e a Sybari Software.

A partir destas a Microsoft “fabrica” e lança o Windows Defender em 2006 com o intuito de atacar a concorrência, mas esse programa ainda se revelou fraco pois não passava de um antispyware e não era muito eficiente contra os vírus lançados pela então concorrência que continuava a ter ainda o poder nesse capítulo. Mas em 2009 a Microsoft lança a Microsoft Security Essentials, que trata-se já de um antivírus gratuitoUma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada automaticamente integrado nos sistemas operativos Windows Vista e Windows 7. A partir desse momento a Microsoft passa a ter também poder para “fabricar” os vírus e os próprios antídotos.

A Microsoft permite aos usuários fazer download, instalar e utilizar a Microsoft Security Essentials em um número ilimitado nos seus computadores, desde que cada computador tenha uma cópia genuína do Microsoft Windows. A Microsoft Security Essentials verifica a validade do sistema operacional durante e após a instalação. Se o sistema operacional não for genuíno, a Microsoft Security Essentials notifica o usuário da questão, e pode deixar de funcionar após certo período. Com isto, começa a facturar com a validação dos sistemas que vinham a ser crakeados e pirateados por muitos usuários. Empresas como a Symantec e a McAfee tiveram quedas nas acções de 9,44 e 6,62 por cento e a AVG coloca o seu software antivírus gratuito durante oito anos.

Mas o pior foi quando a Microsoft em 2014 coloca o seu Windows 10 a bloquear os outros antivírus se o usuário estiver a usar o Security Essentials. Abre-se então uma guerra e que leva a Kaspersky a colocar um processo conta a Microsoft.

Ora em 2008 Bill Gates deixa de ser director mas manobrava pela sombra, era somente um sócio poderoso e que viu outra forma de ganhar dinheiro. Na verdade ele em 1998 já pensaria em abandonar a empresa.

Em 2000 funda em conjunto com a sua mulher a Fundação Bill e Melinda Gates que haviam pensado quando em 1993 tiveram umas exóticas férias em África e aprofundaram a ideia, imaginem… em 1998/1999.
Eles mesmo o confidenciam aqui num vídeo num canal de Youtube.

Queria acreditar que na altura o seu pensamento era realmente ajudar as pessoas daquele continente que muito sofrem de enfermidades incontáveis. (Na verdade o que eu penso, é que Bill Gates deve ter pensado: Se já sou o homem mais rico do planeta em pouco tempo… porque não ser também o “dono” do mesmo?).
Na realidade 90% dessas fundações nascem com esse objectivo, o de ajudar quem precisa, mas depois existe sempre laços que se ligam e se apoderam do “bicho homem”. Por mais que a tendência da “filantropia” esteja na cabeça, não menos verdade que ela só existe com uma coisa chamada DINHEIRO. E a fundação mesmo com todo o dinheiro que eles Bill e Melinda possam ter colocado, precisa de muito mais para fazer face ás “boas causas” que a mesma pretenda fazer. Daí o “chamar” do casal para que mais “Filantropos” se aliassem à fundação. 

E aí é que a porca torce o rabo… o aparecimento de tais pessoas traz também mais gente atrelada que tem lados obscuros por detrás. É então aí que aparece a Fundação Rockefeller, e também a The Pirghright Institute. Ora esse instituto detém desde 2014 a patente para uma versão adormecida do vírus IBV, que provoca bronquite infecciosa nas aves e, à semelhança do 2019-nCoV, também pertence à família dos coronavírus.

Uma imagem com pessoa, em pé, pose, fotografia

Descrição gerada automaticamente Uma imagem com pessoa, homem, em pé, fato

Descrição gerada automaticamente

Um nome que também salta á vista é o de Tedros Adhanom, um político etíope graduado em biologia e que desde 2012 a 2016 foi Ministro de relações exteriores, e aí conhece com mais precisão Bill Gates, mas já antes o conhecia quando era Ministro da Saúde da Etiópia de 2005 a 2012. E é eleito para o cargo de director-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 2017, Tedros Adhanom Gebreyesus, é actualmente uma das figuras de maior destaque no noticiário relativo à pandemia de coronavírus com posições fortes no combate à Covid-19.

Uma imagem com pessoa, homem, mulher, mesa

Descrição gerada automaticamente Uma imagem com pessoa, homem, fato, cortina

Descrição gerada automaticamente

O que muitos não sabem, porém, é que o nome dele já foi envolvido em diversas controvérsias em seu país, a Etiópia. A mais conhecida delas foi a acusação feita por Lawrence Gostin, especialista em saúde global, durante as eleições para a OMS em 2017. Na época, Tedros foi acusado pelo Dr. Gostin de ter encoberto epidemias de cólera quando era ministro da Saúde do país africano.

Agora vamos recuar dois anos e voltar para 2015, em que Bill Gates numa palestra a um vasto auditório anuncia que o mundo iria sofrer uma pandemia como a que estamos a passar. A sua apresentação é tão igual, que até o esquema representativo do vírus é igual ao que nos “pintam” agora. Até nessa palestra foca um filme “Contágio” realizado em 2011 e que nesse mesmo filme retrata um pouco o que passamos agora com o COVID-19. Nesse filme também foca o aparecimento numa região da China (mercado de animais vivos em Wuhan) e que se espalha pelo mundo inteiro.

Todos nós sabemos que a China é um país com um potencial tecnológico enorme por via da sua mão de obra barata e escrava. Os grandes poderes económicos, nomeadamente as grandes empresas tecnológicas implantaram por lá algumas das suas fábricas e a Microsoft não fugiu á regra. Bill Gates era e é um homem que tem grandes relações comerciais e económicas com a China. Tal como podemos ver nas fotos seguintes.

Uma imagem com pessoa, edifício, em pé, fotografia

Descrição gerada automaticamente Uma imagem com pessoa, fato, homem, mesa

Descrição gerada automaticamente

Uma imagem com pessoa, interior, fato, homem

Descrição gerada automaticamente Uma imagem com pessoa, fato, homem, vestuário

Descrição gerada automaticamente Uma imagem com pessoa, fato, homem, vestuário

Descrição gerada automaticamente

Portanto temos aqui uma ligação já muito “cimentada” com a China e os seus poderosos. Agora perguntam os meus leitores o que me faz ligar tudo isso?

Pois sabemos então que a China tem um sistema implantado já há algum tempo de “Crédito Social” em que como podem ver aqui no vídeo que partilho, o povo é controlado através de várias formas, dados biométricos através de milhares de câmaras instaladas por onde passam, assim como cruzamento de dados de telemóveis e não só.

Tecnologia que a China aperfeiçoou com dinheiro da Microsoft e também da Fundação Bill Gates. É também através de Bill Gates que a China se implanta com mais força em África e em diversos países deste mesmo continente.
Dou um exemplo: desde 2007 que Angola tem relações com a China e desde 2011 que se torna no 2º maior parceiro económico da China, atrás da África do Sul.

É também em África que o tal instituto atrás referido, tem desenvolvido vários medicamentos antivirais, fazendo das pessoas deste continente autênticas cobaias humanas.

Daí que alguns terem acusado o actual Director Geral da OMS de esconder muita coisa do seu conhecimento.

Portanto a China deve muito do seu desenvolvimento e poder ao Bill Gates. Ora Bill Gates e toda a sua entourage viram ali uma oportunidade de também testar o que tinham em mente. Daí tanta referência ao vírus desde 2010, dois anos após a sua saída como director da Microsoft.

O plano estava traçado, tomar conta do laboratório de Wuhan, há rumores que a fundação de George Soros financia esse laboratório e sabemos que Bill Gates tinha feito um apelo a “Filantropos” que se juntassem à sua fundação e revelou que tinha cerca de 120 “Filantropos” que tinham manifestado apoio à ideia. Sabemos como dissemos no início que a Fundação Rockefeller se tinha aliado, como tal também essa de George Soros o poderá ter feito, embora aqui não tenha fonte em que eu me possa agarrar para provar tal “aliança”. Mas eu creio que é possível que o vírus tenha surgido através de pesquisas feitas a animais de mercados de animais vivos de onde anteriormente surgiu a SARS 2002/2003 e aparecer agora essa variante de coronavírus agora nomeado de COVID-19 ou SARS-COV-2.

Na minha opinião o vírus foi descoberto, então toda a máfia teve conhecimento e colocou em marcha o plano dessa gente.

Então, fecharam aquela cidade de Wuhan e para isso serviu-lhes o tal sistema de “Crédito Social” para aproveitar eliminar quem não lhes interessasse, espalhar através de envio de chineses infectados para vários cantos do mundo, espalhar o pânico, fazendo com que os investidores no mercado económico baixassem o valor das suas acções. Os chineses aproveitaram para comprar em baixa todas essas acções e colocaram logo de seguida a economia deles a funcionar.

Não vos é estranho, que eles tivessem material para construírem dois hospitais em 10 dias e terem todo aquele material já preparado? Um hospital tem muito para se construir, desde a rede de água, esgotos, electricidade, paredes, equipamentos hospitalares, etc…

Não vos é estranho, que eles agora tenham ainda toneladas de equipamentos e material médico para fornecer o resto do mundo?

E vão me perguntar: Que ganha o Bill Gates com isso? Pois bem, certamente que daqui a algum tempo, iremos ver as participações que este terá em algumas empresas chinesas e vice-versa… todos sabemos, como pode funcionar a “lavagem de dinheiro”. Ainda é bem recente, vários casos como o Panamá Papers ou o Luanda Leaks.

E pergunto eu: Que foi fazer Bill Gates à China em Novembro de 2019 pouco antes de “estoirar” o vírus?

Uma imagem com interior, vivo, sentado, mesa

Descrição gerada automaticamente

PEQUIM, 21 de novembro (Xinhua) - Peng Liyuan, esposa do presidente chinês Xi Jinping e embaixadora da boa vontade da Organização Mundial da Saúde para tuberculose e HIV / AIDS, reuniu-se com Bill Gates, co-presidente da Fundação Bill & Melinda Gates, em Pequim

Outra coisa que tenho de também alertar é o facto de registarmos na Europa esta pandemia a afectar a maior parte dos países da União Europeia em força, e a Alemanha a passar por entre os pingos da chuva em respeito ao número de mortes comparativo ao número de infectados. Porque será?

Pois bem, lembram-se de uma fake news que saiu em que o Presidente Donald Trump queria se apoderar de uma vacina de um laboratório alemão? Lembram-se do nome desse laboratório? CureVac.

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada automaticamente A CureVac é financiada pela Fundação Bill & Melinda Gates como podem ver nos recortes a seguir:

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada automaticamente

E não pensem que é só de agora 2020… pois é pelo menos desde março de 2015, tal como podem observar no recorte a seguir:

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada automaticamente

E foi fundada em 2000… no mesmo ano que foi fundado a Fundação Bill & Melinda Gates

E… espera… diz que o investimento é de 2015? Ah vamos lá recordar… Bill Gates em 2015 falou numa palestra que viria uma pandemia que iria assolar o mundo. Será que ele é profeta? Vidente?

Ora vejam: https://www.youtube.com/watch?v=6Af6b_wyiwI&t=308s

Mas, vejam bem e com atenção, ele fala muito nas vacinas, que o mundo tem de estar vacinado, fala em estarmos preparados tecnologicamente, também fala em estarmos com sistemas de saúde preparados para tal.

Ora então… ligações de Bill Gates com a tecnologia, nem precisamos de provar. Ligações com a OMS (Organização Mundial de Saúde) como vimos existe e bem. Ligações com laboratórios que possam elaborar uma vacina de uma eventual doença, também me parece que foram desvendadas. Ligações com gente que sabemos, não respeitar os direitos humanos também já aqui relatei.

Agora, depois da pandemia ser lançada eis que ele vem com esta tirada:

Uma imagem com homem, pessoa, fato, fotografia

Descrição gerada automaticamente

Ó homem! Coloca a vacina que já tens cá para fora. Estás a dourar a pílula porque sabes que quanto mais o povo estiver desesperado, mais os Estados pagarão pela vacina.

Uma imagem com captura de ecrã

Descrição gerada automaticamente

Sim, eu também já reparei que o objectivo é controlar todo o mundo através de colocação de chips e isso é o que já estarão a fazer na Suécia. E a ONU tem na sua agenda chipar toda a humanidade até 2030, com vista a controlar todo o ser humano. Afinal não é já o que acontece na China através dos dados biométricos e cruzamento de dados? Uma maneira fácil de introduzir tal chip é quem sabe através da vacinação à força. Aqui remeto-vos para esta página que acedem clicando aqui onde poderão verificar o que digo.

Uma nova ordem mundial a nascer e se não abrirmos os olhos desta pouca sorte não nos livraremos. Estamos a ser enganados o tempo todo.

Capturaram governos, comunicação social e em breve estaremos a ser um rebanho atrás de meia dúzia de pastores do mal.

Uma imagem com homem, pessoa, cansativo, fato

Descrição gerada automaticamente

Em 2010 Bill Gates revela planos de despopulação global: Vacinas e OGM

O co-fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo, Bill Gates, projecta uma imagem de um filantropo generoso e inteligente usando seus biliões (isento de imposto) via seu Bill e Melinda Gates Foundation, para combater doenças, resolver a escassez de alimentos na África e diminuir a pobreza no mundo. Em recente conferência na Califórnia, Gates revelou uma agenda oculta de sua filantropia: a redução da população mundial, também conhecida como eugenia.

Em território inglês, um dos mais influentes homens, afirma claramente esperar que as vacinas sejam usadas para reduzir a população. Quando Bill Gates fala sobre vacinas, fala com autoridade. Em Janeiro de 2010 perante a elite do Fórum Económico Mundial em Davos, Gates anunciou que sua fundação vai doar US$ 10 biliões para desenvolver, na próxima década novas vacinas para crianças no mundo em desenvolvimento.

Agora, soa como um nobre trabalho de filantropia humanitária. O problema é que a indústria da vacina tem sido flagrada repetidamente disseminando doenças indicando efeitos nocivos de vacinas que não têm sido correctamente testadas. Louise Voller, Kristian Villesen, e outras organizações têm sugerido que o verdadeiro objectivo da vacinação financiado por Bill Gates é tornar as pessoas doentes e muito mais susceptíveis a doenças e morte prematura.

Uma imagem com pessoa, homem, propriedade, óculos

Descrição gerada automaticamente Os fabricantes farmacêuticos da vacina não falam sobre os enormes danos da vacinação para as crianças, incluindo o autismo e numerosas deformidades neurológicas que foram detectadas a partir dos coadjuvantes tóxicos e conservantes utilizados na maioria das vacinas. Muitas vacinas, especialmente as multi-doses que são produzidas mais barato para venda aos países do Terceiro Mundo, contém uma substância chamada Thimerosal, um composto (ethylmercurithiosalicylate de sódio) contendo cerca de 50% de mercúrio, um neurotóxico muito perigoso, usado como um conservante de vacinas.

Assista ao vídeo onde Bill Gates diz claramente que quer reduzir a população mundial com vacinas, veja aqui

No fundo por muito que me queiram dizer o contrário através da Comunicação Social capturada por uma nova ordem, só chego à conclusão de que estamos perante um lobo disfarçado com pele de cordeiro.

 

Jorge Torres

Siga e goste de nós:

11 thoughts on “Bill Gates e o COVID-19”

  1. Jovito, pensei aqui de você encaminhar todo seu artigo ao chefe do TED (Chris Anderson) que entrevistou o Bill Gates (citada em seu próximo artigo) porém com várias perguntas sobre o momento recente, nunca colocando Gates “na parede” sobre o que alega aqui – proximidade com a China, inclusive o poder lá; com Tedros da OMS; com a CureVac; da declaração dele sobre reduzir a população com vacinas… O que acha?

    1. Amigo, até seria o certo a fazer, mas também julgo ser uma perda de tempo, pois esse canal não é nada mais que um canal capturado e manobrado por Bill Gates e companhia, logo eles passam o que têm em agenda. Nem admitem o contraditório.
      Bem haja
      Um abraço

  2. Perplexa ..mas tudo faz sentido…até segundo a bíblia…a bíblia nos falam dos ships nas pessoas..e falam do anticristo..fala da bêsta..do número da bêsta..

    1. !º para se afirmar o que acabou de fazer, covém ter provas que de facto é o que diz.
      2º eu provo com videos e fontes, ademais também basta você procurar no google se alguma afirmação contida no artigo é falso.
      3º era bom aprender a escrever melhor a língua de Camões. É Aldrabices e não a aberração que escreveu e que nem quero repetir.

      4º Passe bem, que Deus lhe proteja e lhe abra os olhos, porque maior cego é aquele que não quer ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *