Ir para a barra de ferramentas

Illuminatis

O lado oculto da Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos de 2012

Assistidas por quase um bilião de telespectadores em todos os cinco continentes, as cerimónias olímpicas de 2012 foram, por algumas horas, o foco do mundo. Como é o caso da maioria dos eventos de alto perfil da mídia, mensagens da elite mundial, símbolos e de sua agenda faziam parte do show. Cerimónias olímpicas estão muitas vezes entre os eventos de televisão mais assistidos do planeta. Elas são uma oportunidade excepcional para os países sedes mostrarem sua grandeza por meio de um show grandioso, elaborado e maciço. O Jogos Olímpicos de Londres 2012 não foram excepção, visto que a história da Inglaterra, sua cultura e suas conquistas foram bastante comemoradas e aplaudidas. Alguns momentos foram maravilhosos, outros eram engraçados, alguns eram sombrios e até mesmo perturbadores. Outros momentos foram altamente simbólicos, reflectindo a agenda da elite oculta. Visto que Londres é uma das capitais do poder do mundo, teria sido mais surpreendente se o simbolismo e filosofia dessa elite mundial não tivessem sido administrados durante as cerimónias.
Claro que nem tudo era simb√≥lico, nesse sentido, e nem tudo estava na cara, mas ao longo das v√°rias horas que as cerim√≥nias duraram, uma boa dose de simbolismo foi comunicada a bili√Ķes de telespectadores ao redor do mundo. Vamos olhar para os momentos mais simb√≥licos do Jogos Ol√≠mpicos de Londres 2012.

Seguir por E-mail